O que fica quando a música acaba?

Muita expectativa existia para 2020. Um planejamento extenso de comunicação e produção, um line-up, uma equipe cada vez maior trabalhando desde outubro de 2019 para realizar uma edição incrível da catarse do nosso #FestivalDeSentir. Havia muito sonho envolvido com a realização do Festival Sarará em 29 de agosto de 2020. 

Mas foi preciso entender o tempo do mundo. Fechar os olhos. Fazer uma pausa. Refletir sobre o momento em que estamos, ficar na escuta, observar ao redor e, mais do que nunca, agir com calma e responsabilidade. 

Os sorrisos e as trocas de energia ainda vão acontecendo: mais contidos, isolados, quando dá (porque a gente sabe que nem todo dia tem sido dia de sorrir). Mas entendemos aos poucos que, agora, não é possível existir aquela catarse. Vamos precisar de sentir aos poucos — uns dias mais, outros menos. Cada uma em sua casa. Mas sentiremos, conectados, de novo e de novo, para depois despertar. 

Parte dos planos e muitas outras novas ideias ficam pra 28 de agosto de 2021. Os ingressos já adquiridos passam a ser válidos pra próxima edição — e também pra algumas surpresas que acontecerão de agora até lá. 

Enquanto isso, a #EnergiaSarará continua reverberando. Continuamos atentos, de olhos, ouvidos e corações abertos para produzir música, arte e cultura. Trabalhando resistência, reconstrução e pertencimento, manteremos viva a memória que fica. Nossos abraços e nossa catarse estarão guardados para 2021. 

Com pés no chão e sonhos em dias melhores,

Sarará, o festival de sentir.